Pesquisar este blog

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

4,43% dos beneficiados com saída de fim de ano não retornou às prisões

4,43% dos beneficiados com saída de fim de ano não retornou às prisões
Em Ribeirão Preto, 46 de 1.037 presos são considerados foragidos, diz SAP.
Crimes envolvendo detentos da 'saidinha' foram registrados na região.
Do G1 Ribeirão e Franca
Comente agora
Dados divulgados pela Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) nesta quarta-feira (8) mostram que dos 1.037 presos beneficiados com a saída temporária de Natal e Ano Novo no fim de 2013 na região de Ribeirão Preto (SP), 46 não retornaram às unidades prisionais, o equivalente a 4,43% dos detentos.

Segundo a SAP, os presos que descumpriram a lei passam a ser considerados foragidos e perdem automaticamente o benefício do regime semiaberto, voltando a cumprir a pena em regime fechado quando recapturados.
A saída temporária é um benefício previsto na Lei de Execuções Penais e depende de autorização judicial. Os condenados que cumprem pena em regime semiaberto, de bom comportamento, podem obter autorização para saída temporária do estabelecimento, por prazo não superior a sete dias, em até cinco vezes ao ano.
A região de Ribeirão Preto registrou crimes envolvendo beneficiários da saída temporária no fim do ano passado. Em Cajuru (SP), um detento de 23 anos voltou a ser preso na madrugada de 29 de dezembro por tráfico de drogas.  Segundo a Polícia Militar, ele foi abordado no momento em que vendia cocaína para um motorista.
Em todo o Estado de São Paulo, 23.933 presos receberam o benefício no fim de 2013, sendo que 1.316 estão foragidos.

Total de visualizações de página