Pesquisar este blog

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Matéria da SAP: Inaugurada Penitenciária em Taquarituba

Minha única crítica :  a categoria principalmente àqueles que moram longe , gostariam de saber quais serão as próximas unidades inauguradas, ofícios já foram protocolados, conversas já foram feitas sobre este tema, o que mais falta?Fica a ideia um cronograma  com a inauguração das unidades seria perfeito!

Inaugurada Penitenciária em Taquarituba

O 17º presídio do Plano de Expansão de Unidades Prisionais amplia o número de vagas na região com mais segurança para reeducandos e funcionários
O Governo do Estado de São Paulo, através da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), inaugurou na última sexta-feira, 26/12, a Penitenciária de Taquarituba.
A nova unidade irá atender a demanda por vagas da região, recebendo reeducandos que tenham familiares em Taquarituba e cidades próximas até a fronteira do Paraná. O empreendimento tem área construída de 10.861,95m² e capacidade para abrigar 847 presos em regime fechado. Está localizada na zona rural de Taquarituba, Rodovia Eduardo Saigh (SP-255), km 326 + 300m. O Governo paulista investiu cerca de R$34 milhões na construção, que foi realizada pelo consórcio Consladel - Contracta.

Na cerimônia de inauguração, o secretário da Administração Penitenciária, Lourival Gomes, destacou a importância da nova unidade como parte do Plano de Expansão de Unidades Prisionais. “A ideia do Governo do Estado é não mais manter presos em cadeias públicas e distritos policiais, devendo ser utilizadas apenas como local de passagem. A pessoa chega, o delegado faz o trabalho de polícia judiciária e no primeiro dia útil subsequente a pessoa é recolhida no sistema penitenciário de São Paulo”, explicou o secretário. Ele salientou que, graças a essa política, atualmente estão alocados em cadeias públicas apenas 3.177 presos dos mais de 218 mil que compõem a população carcerária do estado.
Gomes ressaltou que a construção do presídio agrega mais um equipamento ao munícipio, movimentando a economia local. “São mais de duzentos funcionários, que recebem um bom salário. Muitas das pessoas que aqui estão vão investir no comércio, aqueles que não têm família vão constitui-la em Taquarituba”, disse. O secretário destacou ainda que todos os funcionários que foram transferidos para trabalhar na nova unidade vieram voluntariamente por já terem algum vínculo com o município ou com cidades vizinhas.
Como as demais unidades do Plano de Expansão, a nova unidade foi planejada com todos os equipamentos necessários para a efetiva reintegração social dos detentos, com pavilhões de trabalho e de educação. Empresas locais já sinalizaram interesse em contratar funcionários e os presos poderão completar os estudos até o ensino médio. A penitenciária é autossuficiente, contando com cozinha industrial, lavanderia e padaria. Os primeiros presos, que começarão a ser transferidos a partir desta segunda-feira, 29/12, já foram treinados em suas unidades de origem para trabalhar nessas funções. A unidade dispõe também de área de saúde em nível ambulatorial, com remédios e equipamentos, além de um consultório odontológico completo.
Estiveram presentes à cerimônia de inauguração da Penitenciária de Taquarituba: Paulo César Bortotti, chefe de gabinete, representando o prefeito Miderson Zanelo Milléo; Jorge Cardoso de Oliveira, delegado Seccional de Polícia de Avaré; Wagner Bertole, delegado de Polícia-assistência policial de Avaré; Fabiano Rueda Amorim, delegado de Polícia de Taquarituba; Marco Aurélio Gonçalves Gomes, delegado de Polícia de Arandu; Laércio Pinto Gonçalves, Walber de Oliveira e Carlos Augusto Pedroso , respectivamente secretários de Obras, de Transportes e Compras e de Esportes, Lazer e Turismo de Taquarituba; Emilio Romero, diretor de engenharia, representando o presidente da CPOS Miguel Calderaro; João Carlos Bortotti, coordenador Municipal de Engenharia; Carlos Alberto Ferreira de Souza, coordenador das Unidades Prisionais da Região Noroeste do Estado; José Antonio Gonçalves Lemee, superintendente, representando a diretora executiva da Fundação “Prof. Dr. Manoel Pedro Pimentel”, Lúcia Maria Casali; Gilson Pimentel Barreto, presidente do Sindcop Bauru e da Federação Brasileira dos Servidores Públicos Penitenciários; Geraldo Ferreira da Silva Neto, diretor da regional de Avaré, represnetando o presidente do Sindap Daniel Grandolfo;Cleuber Ferreira Mantovanini Júnior, diretor da Penitenciária de Taquarituba; além dos diretores de unidades prisionais da região.

Total de visualizações de página